Boicote da NBA é o murro na mesa de quem não quer ser visto só como entretenimento

De Muhammad Ali a Colin Kaepernick, a história do desporto norte-americano conta com vários episódios de boicotes e atletas que abdicaram da competição para lutar pelos seus direitos. Mas nunca um gesto de protesto pôs em risco o desfecho de uma temporada.

Foto
LUSA/JOHN G. MABANGLO

Em protesto contra o caso de Jakob Blake, o norte-americano negro baleado pelas costas sete vezes por um polícia, no domingo, os Milwaukee Bucks decidiram que não iriam disputar o Jogo 5 da primeira ronda dos playoffs da Liga Norte-americana de Basquetebol profissional (NBA), na quarta-feira.