No próximo ano lectivo haverá bolsas de estudo para mais 9000 estudantes do superior

Acção social não será alvo de medidas especiais por causa da pandemia. Novidades para o próximo ano lectivo já tinham sido aprovadas no OE para 2020 e no OE Suplementar. As propinas voltam a descer e a bolsa mínima aumenta. Concurso nacional de acesso ao ensino superior arranca nesta sexta-feira.

Foto
Adriano Miranda

As propinas vão ser mais baixas, as bolsas de estudo vão chegar a mais estudantes e os valores dos apoios sociais serão reforçados. Os estudantes que entrem no ensino superior no próximo ano lectivo vão encontrar condições mais favoráveis para fazer face aos custos da formação. Estas medidas já tinham resultado das negociações do Orçamento do Estado ou do Orçamento Suplementar. O Ministério da Ciência e do Ensino Superior não tem um plano específico para responder aos efeitos da crise provocada pela pandemia.