Incumprimento no pagamento de rendas aumentou entre Abril e Maio

Coordenadora do relatório “Habitação e Covid-19” acredita que próximos meses reforçarão dificuldades no pagamento das rendas. Inquiridos preferiam negociar com senhorios do que pedir empréstimo.

Novo Banco
Foto
daniel rocha

A proporção de arrendatários em situação de incumprimento no pagamento das rendas cresceu de 6,4% em Abril para 9% em Maio, segundo um relatório do Dinâmia'Cet – ISCTE, intitulado “Habitação e Covid-19”, sobre o impacto do confinamento na habitação, realizado entre 21 de Abril e 18 de Maio. Esta situação poderá agravar-se ainda mais no futuro, sendo necessário repensar estratégias, revelou ao PÚBLICO Sandra Marques Pereira, uma das coordenadoras do estudo, juntamente com Madalena Matos.