Identidade do homem é desconhecida, assim como o motivo para usar a máscara contra as recomendações de saúde
Foto
Identidade do homem é desconhecida, assim como o motivo para usar a máscara contra as recomendações de saúde Reuters/SIMON DAWSON

Homem usa máscara (só máscara) no dia em que ela se tornou obrigatória no Reino Unido

O uso de máscaras em lojas e centros comerciais não foi completamente aceite pelos britânicos e há relatos de brigas entre clientes que usam máscara e clientes que recusam tapar a cara.

O uso de máscara em centros comerciais e lojas passou a ser obrigatório no Reino Unido, mas há quem faça a sua própria interpretação sobre como a usar. Esta sexta-feira, um homem foi fotografado por um fotógrafo da Reuters em Oxford Street, uma das ruas de comércio mais populares de Londres usando apenas uma máscara na virilha, como se fossem umas cuecas.

A passagem do homem naquela rua da capital inglesa motivou muitos olhares, dedos apontados e risos. É desconhecida a identidade do homem ou o porquê de ter decidido dar o passeio quase sem roupa nenhuma.

PÚBLICO -
Foto
Simon Dawson/Reuters

A obrigatoriedade do uso de máscara no Reino Unido não está a ser bem aceite pelos britânicos: há relatos de várias brigas em centros comerciais e lojas, entre clientes que recusam a máscara e outros que a usam e procuram alertar quem não o faz.

Enquanto alguns centros comerciais e lojas expulsaram clientes que se recusaram a usar máscara, outros afirmaram que não iam punir aqueles que entrassem nos seus estabelecimentos sem a protecção individual. Um vídeo do Daily Mail mostra várias pessoas a entrar e a sair de uma loja da cadeia Tesco sem qualquer tipo de protecção.

A obrigatoriedade do uso de máscara excluiu espaços como restaurantes, pubs, cabeleireiros, ginásios, cinemas, bibliotecas, museus e teatros, onde o uso da máscara é recomendado, mas não obrigatório.

O uso de máscara passou também a ser obrigatório em transportes públicos, bancos e serviços públicos.

Sugerir correcção