Afastar, ignorar ou proteger Juan Carlos? Felipe VI vai ter de decidir

O rei emérito de Espanha recebeu 100 milhões do antigo monarca saudita e criou uma fundação para os esconder. Quatro anos depois, transferiu o dinheiro para Corinna Larsen, sua ex-amante e apontada como testa-de-ferro para esconder as suas propriedades.

Juan Carlos I da Espanha
Foto
As autoridades suíças suspeitam que Juan Carlos I agiu como intermediário num negócio na Arábia Saudita FRANCOIS LENOIR/Reuters

Recebeu 100 milhões de dólares de um antigo monarca saudita e escondeu-os na conta bancária de uma fundação que criou num banco suíço. Doou depois o dinheiro à sua ex-amante e excluiu esse valor de qualquer herança, para não deixar rasto, e está a ser investigado pelas autoridades suíças e pelo Supremo Tribunal espanhol.