Roland Garros permitirá até 60% dos espectadores nos courts

Torneio francês vai arrancar no dia 27 de Setembro. Protocolo para os jogadores ainda não está concluído.

covid19,roland-garros,modalidades,tenis,desporto,
Foto
LUSA/SRDJAN SUKI

O complexo no qual se disputa o torneio de ténis de Roland Garros vai poder ser utilizado pelos espectadores até 60% da sua capacidade. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pela organização da emblemática prova francesa que integra o Grand Slam.

O presidente da federação francesa de ténis, Bernard Giudicelli, explicou que nos courts principais apenas um máximo de quatro pessoas poderão sentar-se juntas, com uma cadeira de intervalo entre grupos. Nos courts mais pequenos, um em cada dois lugares ficará vazio quando o torneio arrancar, no dia 27 de Setembro.

Na prática, cerca de 20.000 espectadores são esperados nas primeiras eliminatórias do torneio de duas semanas e perto de 10.000 no dia da final. Números que poderão ser alterados se o Governo francês mudar as regras de distanciamento social.

“Tomámos a opção responsável”, vincou Giudicelli, adiantando que o uso de máscara será obrigatório para quem se movimentar dentro e nas imediações dos courts e aconselhável para os restantes elementos. “Se a situação evoluir em sentido positivo, haverá novos bilhetes em Setembro.”

No caso de serem impostas medidas mais restritivas, haverá um sorteio para decidir que bilhetes serão cancelados.

O torneio de Roland Garros (cujo protocolo para os jogadores está ainda a ser ultimado) foi adiado de Maio/Junho (data habitual) para Setembro devido à pandemia de covid-19. O Open dos EUA, outra das provas do Grand Slam, decorrerá no final de Agosto, mas sem espectadores.

Sugerir correcção