Os olhos do mundo, de Genebra a Lisboa

As organizações internacionais foram um espaço privilegiado de produção, recolha, e disseminação de informação. Em várias geografias e em distintas cronologias, permitiram que viajantes anónimos, burocratas descontentes ou activistas produzissem as “provas” de acontecimentos que, de outro modo, seriam invisíveis. Paul Kinsie foi uma destas “testemunhas”, projectando um olhar lacónico mas incisivo sobre a realidade da prostituição na Lisboa dos anos 20.

direitos-humanos,historia,mundo,lisboa,europa,onu,
Fotogaleria
Cabaret Maxim's, Lisboa (c.1930)
direitos-humanos,historia,mundo,lisboa,europa,onu,
Fotogaleria
"Feira de bairro", Avenida de Saint-Jacques, Paris, (1931), Brassaï
direitos-humanos,historia,mundo,lisboa,europa,onu,
Fotogaleria
"O olho de Brassaï" (1981), JOHN LOENGARD
direitos-humanos,historia,mundo,lisboa,europa,onu,
Fotogaleria
Boulevard Rochechouart, Paris (1932-33), Brassaï

Vozes de descontentamento