Inflação de notas: “Repetentes” quase todos inspeccionados

Lista de onze escolas que sistematicamente dão notas desalinhadas não sofreu mudanças desde 2015.

Foto
daniel Rocha

Ao longo de uma década, o mesmo grupo de onze escolas deu aos seus alunos notas mais elevadas do que as que estes conseguiram tirar nos exames nacionais. Só um desses estabelecimentos de ensino, o Colégio de Lamego, conseguiu melhorias significativas neste indicador, fruto das intervenções feitas pela Inspecção-Geral de Educação e Ciência (IGEC). A lista de “repetentes” não teve mudanças desde 2015.