Director de risco do BES subiu a administrador do Novo Banco com Ramalho

O director de risco escolhido pela equipa de Ricardo Salgado foi promovido a administrador por António Ramalho, com luz verde do BdP, numa área por onde passaram os créditos problemáticos na queda do BES e que geraram as injecções do Estado já no Novo Banco.

Foto
Miguel Manso

O Banco de Portugal (BdP) não só não colocou problemas à nomeação de Rui Fontes no final de 2016 para administrador do Novo Banco, como o convidou para assumir essas funções, ainda que este fosse, desde 2012, o director de risco do Banco Espírito Santo (BES), nomeado pelo conselho de administração liderado por Ricardo Salgado. Um cargo que manteve já depois da resolução decretada a 3 de Agosto de 2014.