Banco de Portugal garantiu que Novo Banco estava limpo em 2015

Avaliação exaustiva e confidencial do BNP Paribas concluiu que o Novo Banco estava preparado para ser vendido no início de 2015, com carteira de crédito adequadamente sustentada por garantias. E previu que o banco chegaria aos lucros de 180 milhões em 2019.

economia,banca,
Foto
LUSA/TIAGO PETINGA

Em 2015, um memorando confidencial do BNP Paribas, preparado com o Banco de Portugal (BdP), garantia que, à época, as contas do Novo Banco estavam bem provisionadas, com uma carteira de crédito devidamente sustentada (com garantias adequadas), não antecipando novas necessidades de capital. O balanço do banco que sucedeu ao BES estava “limpo” e pronto para ser vendido.