portugal,antonio-costa,porto,turismo,brasil,virus,
O trabalho como terapeuta também teve de parar. Ana Paula está a retomar pouco a pouco
Reportagem

A mulher que recomeçou duas vezes e caiu três

Trocou a enfermagem no Brasil pelo desconhecido em Portugal e recomeçou a vida como terapeuta num spa. A falência do negócio conduziu-a ao turismo em 2017, como gestora de três alojamentos locais. Agora que tudo “caiu” de novo aos pés de uma pandemia, Ana Paula vai continuar. “Luto até prova em contrário”

Nas páginas da agenda vermelha de Ana Paula cabe parte da sua história nos últimos meses. Não por aquilo que nelas escreveu, mas pelo que deixou de anotar: “Cancelamento, cancelamento, cancelamento…” A luso-brasileira de 50 anos folheia o livro, abana a cabeça numa espécie de rendição à falta de palavras, faz silêncio enquanto mostra a diferença entre as páginas quase sem espaço branco e o branco a tomar conta de todas as páginas. Ali tentava organizar os seus dias sempre corridos, “de segunda a segunda”, entre a gestão de três apartamentos e um pequeno spa no Porto.