Salas Castello Lopes e Cinema da Villa reabrem a 4 de Junho

Os seis complexos de cinema da Castello Lopes e o Cinema da Villa, em Cascais, anunciaram a data em que voltarão a abrir portas. A NOS ainda não anunciou quando vai reabrir as suas salas.

cinema-ideal,medeia-filmes,espaco-nimas,castello-lopes,cinema,culturaipsilon,
Foto
DR

A partir de segunda-feira, 1 de Junho, as salas de cinema poderão reabrir ao público, com lotação limitada e um conjunto de regras de segurança. Algumas, como o Cinema Ideal (Lisboa), o Cinema Trindade (Porto) e o Teatro Académico Gil Vicente (Coimbra), reabrem logo nesse dia, mas outras ainda demorarão um pouco a voltar a abrir as portas.

A Castello Lopes Cinemas anunciou que os seis complexos de salas que explora no Barreiro, Guimarães, Santarém, Rio de Mouro e Torres Novas reabrirão a 4 de Junho, quinta-feira. No mesmo dia, volta também o Cinema da Villa, em Cascais. A programação ainda não é conhecida.

Na semana seguinte, na segunda-feira, 8 de Junho, o Cinema Charlot, em Setúbal, terá à noite Mosquito, de João Nuno Pinto, uma exibição que se repete também nessa quarta-feira. Recorde-se que o Espaço Nimas, em Lisboa, que, tal como o Charlot, também é explorado pela Medeia Filmes, tem reabertura marcada para o dia 10 de Junho. A Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, reabrirá em Julho, tal como, em princípio, o Atlântida-Cine, em Carcavelos.

Na última semana, a AIPEC, que representa alguns dos exibidores portugueses, e a FEVIP, que representa alguns distribuidores, anunciaram que queriam adiar a abertura das salas para Julho, por falta de novos filmes para estrear e afirmando que não foram contactados pelo Governo para estabelecer a data de 1 de Junho.

Será nesse mês de Julho, a 16, que Tenet, de Christopher Nolan, se estreará no país. A NOS, a maior cadeia de cinemas em Portugal, que explora 31 complexos no país, ainda não anunciou a reabertura das suas salas, tal como a UCI, que tem três multiplexes, e a CinemaCity, que tem seis.

Sugerir correcção