Torne-se perito Crítica

Hip-hop sou eu e és tu

Já na quarta temporada, a série canadiana é um tour de force colossal e rigoroso sobre a história de um grupo de miúdos do Bronx que um dia criou uma cultura global.

Música hip hop
Fotogaleria
,A Fundação
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
,A Fundação
Fotogaleria

Se documentários sobre as origens do hip-hop não faltam (um dos mais recentes, The Get Down, assinado por Baz Luhrmann, dividiu muito a crítica e o público), a verdade é que nenhum deles foi tão (exaustivamente) longe como Hip-Hop Evolution, série disponível na Netflix apresentada pelo Master of Cerimonies Shad Kabango (na série e fora dela: Shad é rapper, embora bem mais entusiasmante nos discos do que no papel tantas vezes passivo que assume nas entrevistas da série). O resultado, pese embora as deficiências inerentes a qualquer empreitada deste arcaboiço, é francamente positivo.