Netflix com lucros de 709 milhões de dólares e aumento de subscritores

A empresa norte-americana registou mais de 15 milhões novos subscritores por causa das medidas de isolamento tomadas em todo o mundo para prevenir a propagação da pandemia de covid-19.

,Mídia de streaming
Foto
Este aumento no número de subscritores é o maior alguma vez registado pela Netflix Reuters/Dado Ruvic

A plataforma de conteúdos de entretenimento em streaming Netflix anunciou esta segunda-feira lucros de 709 milhões de dólares (mais de 652 milhões de euros) entre Janeiro e Março, duplicando os resultados obtidos no período homólogo de 2019, devido à pandemia.

De acordo com os resultados publicados sobre os primeiros três meses de 2020, consultados pela agência espanhola Efe, a empresa norte-americana também registou mais de 15 milhões novos subscritores, por causa das medidas de isolamento tomadas pelos Estados para prevenir a propagação da pandemia da doença provocada pelo SARS-CoV-2.

O aumento no número de subscritores a este serviço de streaming é o maior alguma vez registado pela Netflix e representa o dobro das expectativas dos analistas para este período.

As acções da Netflix estão agora cotadas a 1,61 dólares (cerca de 1,48 euros), em relação aos 0,79 dólares (0,73 euros) de há um ano.

Sugerir correcção