Mais de 60% dos alojamentos residenciais têm três ou quatro assoalhadas
Mais de 60% dos alojamentos residenciais têm três ou quatro assoalhadas Nuno Ferreira Santos

Há muitas famílias a viver em casas onde o isolamento é impossível

Três famílias contam como estão a viver este confinamento nos seus apartamentos repletos de gente. Um sociólogo adianta que, como ter uma casa grande e com boas condições depende sobretudo do rendimento disponível, a história desta situação de excepção também será marcada pelas desigualdades sociais existentes em Portugal. E um psicólogo deixa uma mensagem de optimismo: “As pessoas vão adaptar-se”.

Ainda só temos em cima uma semana do confinamento imposto pela covid-19, mas já há quem esteja a descobrir que ter uma varanda pode ser uma espécie de salvação para estes tempos fora da rua. “É para onde vou quando sinto que estou a precisar de respirar”, comenta Mafalda, 43 anos, técnica de higiene alimentar, que vive com o marido e dois filhos, de 10 e 13 anos, num apartamento de quatro assoalhadas pequenas na zona de Sintra.