Coronavírus: Governo mobiliza pousadas do Inatel para “o que se revelar necessário”

O Governo determinou a mobilização de todas as pousadas que a Fundação Inatel gere em Portugal, para que os equipamentos estejam disponíveis “para tudo o que se revelar necessário” durante o estado de emergência, foi anunciado no domingo.

,INATEL Santa Maria da Feira
Fotogaleria
,Hotel
Fotogaleria
,Hotel
Fotogaleria

“A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, determinou a mobilização das 16 pousadas da Fundação Inatel espalhadas pelo país para estarem disponíveis para tudo o que se revelar necessário durante o estado de emergência” motivado pela covid-19, referiu a tutela, em comunicado.

Dada a evolução da pandemia da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, todo o país se encontra em estado de emergência, o que vigorará até às 23h59 de 2 de Abril.

Com a decisão da ministra do Trabalho, “toda a infra-estrutura hoteleira ao dispor da Fundação Inatel poderá ser utilizada para dar apoio a pessoal médico ou para disponibilizar espaços para isolamento profiláctico”.

De acordo com a tutela, “as primeiras unidades a serem disponibilizadas neste âmbito serão as de Santa Maria da Feira e Oeiras”.

As restantes unidades hoteleiras da Fundação Inatel estão situadas em Albufeira, Costa da Caparica, Foz do Arelho, Porto Santo, Linhares da Beira, Piódão, Vila Ruiva, Castelo de Vide, Cerveira, Flores, Graciosa, Entre-os-Rios, Luso, Manteigas e São Pedro do Sul.

“Além das 16 pousadas de Norte a Sul do país, a Fundação Inatel dispõe ainda de 26 unidades regionais (pelo menos uma em cada capital de distrito), que poderão ser adaptadas em função das necessidades”, lê-se ainda na nota.

Sugerir correcção