A intimidade à distância: um festival para ouvir em casa

Começou na passada terça-feira e termina este domingo. Chama-se #euficoemcasa. Músicos a tocar para público que os acompanha no telemóvel. A ocasião é excepcional, mas poderá ver-se daqui um vislumbre do futuro? Márcia, António Zambujo e Boss AC falam ao PÚBLICO.

Baixo
Fotogaleria
António Zambujo Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Márcia Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Boss AC Nuno Ferreira Santos

São concertos e, portanto, há músicos a tocar e a cantar. Como em qualquer concerto, há palmas, pedem-se canções, elogia-se aquele pedaço de letra, soletram-se quadras inteiras enquanto os cantores as cantam, pede-se no final que a actuação se prolongue um pouco mais. Mas, nestes concertos, vemos Boss AC a dar uma garfada num prato de cachupa enquanto canta Catchupa sab ou rappar Queque foi com as duas filhas ao colo.