Jogo Valência-Atalanta para a Liga dos Campeões sem público

A decisão foi tomada pelo governo espanhol, devido ao risco de contágio pelo Covid-19. Medida será também aplicada a outros eventos.

Pelo menos um jogo da Liga dos Campeões da próxima semana será à porta fechada
Foto
Pelo menos um jogo da Liga dos Campeões da próxima semana será à porta fechada Reuters/DAVID KLEIN

O Governo espanhol recomendou nesta terça-feira que os eventos desportivos em que são esperados um grande afluxo de espectadores de áreas de risco do novo coronavírus sejam realizados à porta fechada e o primeiro grande jogo que deverá ser afectado pela recomendação é de futebol e coloca frente a frente o Valência (Espanha) e a Atalanta (Itália) para a Liga dos Campeões, agendado para o próximo dia 10 de Março na cidade espanhola.

O ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa, anunciou esta decisão, tomada em conjunto com as comunidades autónomas envolvidas e o Conselho Superior do Desporto espanhol, que afecta três outros eventos desportivos: o jogo de basquetebol entre o Valência Basket e o Armani Milan a 5 de Março; o jogo de basquetebol da Eurocup feminina entre o Girona e o Veneza a 19 de Março; e o jogo de futebol da Liga Europa entre o Getafe e o Inter Milão no mesmo dia.

“A decisão [das autoridades] é que estas competições devem realizar-se à porta fechada”, porque o norte da Itália é particularmente afectado pela epidemia, disse Salvador Illa em conferência de imprensa.

Como segunda medida adicional, o Ministério da Saúde sugeriu o cancelamento de todos os congressos, seminários e reuniões em que participam os profissionais da saúde, porque é preciso “que estejam em perfeitas condições e tanto quanto possível disponíveis nos próximos dias”.

Os casos do surto de Covid-19 em Espanha subiram hoje para 150, dos quais sete mais graves estão em Unidades de Cuidados Intensivos, estando as autoridades sanitárias a avaliar se devem subir o nível de alerta em duas zonas mais atingidas.

No total, são 150 casos nas várias comunidades autónomas, dos quais 49 na de Madrid, 15 estão localizados na Catalunha e outros 15 em Valência, 13 no País Basco e também 13 na Andaluzia, 10 na Cantábria, oito em Castela e Leão, sete em Castela-Mancha e mais sete nas Canárias, seis na Extremadura, três em A Rioja, dois nas ilhas Baleares, um nas Astúrias e também um em Navarra.

Sugerir correcção