Debaixo de um só guarda-chuva, a passear lado a lado no Porto

Tiago Lopes
Fotogaleria
Tiago Lopes

Não se vêem as caras (estarão fechadas num beijo?), só os braços, dados, apertados, seguros. As pernas andam depressa, fogem das poças e tentam sincronizar os passos, direita, esquerda, direita outra vez. Algumas sabem o caminho e só querem chegar, outras preferem perder-se por ruas desconhecidas. São duas pessoas que, debaixo de um guarda-chuva, têm de funcionar como uma mancha bem cronometrada. Não sabemos se gostam do Dia de São Valentim ou não. Mas ao fotojornalista Tiago Lopes, pareceram-lhe uma das muitas formas de amor. Um ponto de abrigo.

Tiago Lopes
Tiago Lopes
Tiago Lopes
Tiago Lopes
Tiago Lopes
Tiago Lopes
Tiago Lopes
Tiago Lopes
Tiago Lopes
Sugerir correcção