Jorge Jesus procura terceiro troféu pelo Flamengo

Depois de ter ganho os títulos de campeão brasileiro e da Copa Libertadores, o Flamengo disputa domingo o título da Supertaça do Brasil.

,Campeonato Brasileiro de Futebol de 2019
Fotogaleria
O treinador português assumiu o comando técnico da equipa do Flamengo em Junho de 2019. Reuters/SERGIO MORAES
,Copa Libertadores
Fotogaleria
Jogadores e treinador Jorge Jesus comemoram após o jogo Reuters/SERGIO MORAES
Marcelo Rebelo de Sousa
Fotogaleria
Marcelo Rebelo de Sousa abraça o técnico Jorge Jesus após condecorá-lo com a medalha Infante Dom Henrique LUSA/JOSÉ SENA GOULÃO

O português Jorge Jesus procura conquistar, no domingo, o seu terceiro troféu ao comando do Flamengo, a Supertaça do Brasil de futebol, o primeiro de três títulos que os cariocas vão discutir este mês.

No Estádio Mané Garrincha, em Brasília, o campeão brasileiro terá pela frente o Athletico Paranaense, formação que terminou o último “Brasileirão” em quinto lugar e que conquistou a Taça do Brasil, depois de eliminar os “rubro-negros” nos quartos-de-final da prova, ainda no arranque da “aventura” de Jesus ao serviço do emblema do Rio de Janeiro.

Com dois empates 1-1, em Julho, o “Furacão” acabou por superar o Flamengo no desempate por grandes penalidades, em pleno Maracanã. O conjunto de Curitiba deixaria ainda pelo caminho o Grêmio, nas “meias”, antes de bater o Internacional de Porto Alegre na final da Taça.

Na sequência de uma época em que ajudou o Flamengo a resgatar os títulos de campeão brasileiro e da Copa Libertadores, 10 e 38 anos volvidos, respectivamente, Jorge Jesus procura juntar mais um troféu ao seu palmarés.

Este será, de resto, o primeiro de três troféus por que o técnico luso vai lutar este mês. Além da Supertaça do Brasil, o Flamengo, enquanto vencedor da Libertadores, vai disputar a “Recopa” Sul-Americana (equivalente à Supertaça Europeia) com os equatorianos do Independiente del Valle, detentores da “Copa” Sul-Americana, em 20 e 27 de Fevereiro.

Pelo meio da disputa continental, em 22 de Fevereiro, os “rubro-negros” vão discutir a final da Taça Guanabara, que marca o final da primeira volta do campeonato carioca, depois de esta semana terem eliminado o Fluminense nas meias-finais, por 3-2.

Jorge Jesus conta agora com um plantel mais extenso e equilibrado do que em 2019, reforçado com as chegadas de Gustavo Henrique, Léo Pereira, Thiago Maia, Michael, Pedro Rocha e Pedro, e com a manutenção do “artilheiro” Gabriel Barbosa, peça fundamental para o sucesso do ano transacto (43 golos em 59 jogos).

Apesar da saída do central espanhol Pablo Marí, que rumou ao Arsenal em Janeiro, o “Fla” continua a ser claro favorito a arrecadar todos os troféus que estão em disputa no território brasileiro, mas também a revalidar o estatuto de campeão da Libertadores.

Flamengo e Athletico Paranaense discutem a Supertaça do Brasil no domingo, a partir das 17h00 (14h00 em Lisboa), em Brasília.

Sugerir correcção