Torne-se perito Crítica

Mais candura, s.f.f.

O terceiro álbum de Capicua arrisca uma feliz reinvenção, mas nem sempre acerta.

Foto
Capicua em 2017 Miguel Manso

Entre 2014, com Sereia Louca, Ana Fernandes assentou arraiais no hip-hop português. Com todo o mérito: o segundo álbum da rapper do Porto confirmava-a como caso sério de talento, reforçando as impressões deixadas antes.