Efacec, o negócio mais vulnerável de Isabel dos Santos em Portugal

Garantir fundos próprios e ganhar novas encomendas são os principais desafios que se colocam à empresa presidida por Mário Leite Silva, braço-direito da empresária angolana, também constituído arguido.

Isabel dos Santos
Foto
Isabel dos Santos na inauguração da Unidade de Mobilidade Eléctrica da Efacec Nelson Garrido

Os trabalhadores da Efacec “estão muito preocupados” com os acontecimentos que envolvem a sua maior accionista, Isabel dos Santos, constituída arguida pela justiça angolana, situação que também se verifica com gestores que lhe são próximos, como Mário Leite Silva, presidente da empresa de Matosinhos, e que tem tido um papel interventivo na sua gestão.