Os amigos de Giovani podiam ter morrido? PJ fala em quatro crimes de homicídio, tribunal corrobora

A Polícia Judiciária deteve cinco homens, entre os 22 e os 35 anos, suspeitos de quatro crimes de homicídio qualificado – um consumado e três na forma tentada. Tribunal decretou prisão preventiva para todos.

Foto
Giovani Rodrigues Foto tirada do Facebook

A suspeita da morte de Giovani Rodrigues, estudante do Instituto Politécnico de Bragança cujo funeral se realiza este sábado em Cabo Verde, recai sobre cinco jovens adultos, sem antecedentes criminais, nem características étnicas distintivas. A Polícia Judiciária aponta para quatro crimes de homicídio qualificado – um consumado e três na forma tentada.