Harry e Meghan afastam-se da família real, passam a trabalhar e vão viver entre o Reino Unido e América do Norte

Palácio de Buckingham responde dizendo que assunto é complexo e que afastamento terá de ser bem discutido.

Fotogaleria
Harry e Meghan nos Invictus Games em Toronto, em 2017 Mark Blinch
Fotogaleria
Em Novembro de 2017 quando o casal anunciou o seu noivado EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA
Fotogaleria
Harry e Meghan Markle à chegada a um evento em Nottingham, em Dezembro de 2017 Reuters/EDDIE KEOGH
Fotogaleria
Meghan à saída de uma celebração na Abadia de Westminster, em Março de 2018 Reuters/POOL
Fotogaleria
No início de Maio de 2018, o casal casou em Windsor, na capela de São Jorge Reuters/DAMIR SAGOLJ
Fotogaleria
O casal, no final do dia do casamento, a 19 de Maio de 2015 POOL New
Fotogaleria
O título de duques de Sussex foi dado por Isabel II, no dia do casamento. O casal já fez grandes viagens reais, passando por África e pela Austrália Reuters/POOL
Fotogaleria
No dia da Commonwealth, em Março de 2019, o casal à saída de Westminster Toby Melville
Fotogaleria
Em Maio de 2019 nasce Archie. Harry anuncia-o à imprensa Reuters/POOL
Fotogaleria
Os duques de Sussex apresentam o filho ao mundo Reuters/POOL
Fotogaleria
Em Julho de 2019 na ante-estreia do filme Rei Leão, com Beyoncé e Jay-Z Reuters/POOL
Fotogaleria
Na visita à África do Sul EPA/TIM ROOKE / POOL
Fotogaleria
A edição de Setembro da "Vogue" feita pela duquesa de Sussex Reuters/HANDOUT
Fotogaleria
Em Setembro, quando Archie foi apresentado ao arcebispo sul africano Desmond Tutu Reuters/TOBY MELVILLE
Fotogaleria
Harry e Meghan chegam, nesta quarta-feira, à Casa do Canadá, no dia em que anunciaram que querem deixar de ser altos membros da casa real britânica Reuters/TOBY MELVILLE
Fotogaleria
Nos jardins de Kensington, em Novembro de 2017, quando anunciaram o noivado EPA/NEIL HALL

O príncipe Harry e Meghan Markle, duques de Sussex, anunciaram esta quarta-feira que se vão afastar da linha da frente da família real inglesa. Numa publicação partilhada nas redes sociais, o casal justifica a decisão com os seus planos para o seu filho, Archie Harrison Mountbatten-Windsor. 

“Depois de muitos meses de reflexão, escolhemos fazer uma transição este ano naquele que será o início do nosso novo papel nesta instituição. Queremos deixar de ser altos membros da família real e trabalhar para sermos financeiramente independentes, enquanto continuamos a apoiar totalmente Sua Majestade, a Rainha”.

View this post on Instagram

“After many months of reflection and internal discussions, we have chosen to make a transition this year in starting to carve out a progressive new role within this institution. We intend to step back as ‘senior’ members of the Royal Family and work to become financially independent, while continuing to fully support Her Majesty The Queen. It is with your encouragement, particularly over the last few years, that we feel prepared to make this adjustment. We now plan to balance our time between the United Kingdom and North America, continuing to honour our duty to The Queen, the Commonwealth, and our patronages. This geographic balance will enable us to raise our son with an appreciation for the royal tradition into which he was born, while also providing our family with the space to focus on the next chapter, including the launch of our new charitable entity. We look forward to sharing the full details of this exciting next step in due course, as we continue to collaborate with Her Majesty The Queen, The Prince of Wales, The Duke of Cambridge and all relevant parties. Until then, please accept our deepest thanks for your continued support.” - The Duke and Duchess of Sussex For more information, please visit sussexroyal.com (link in bio) Image © PA

A post shared by The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) on

Os duques de Sussex dizem ainda que vão passar a viver entre o Reino Unido e os EUA, sublinhando que continuam “a honrar nosso dever para com a Rainha”.

Harry e Meghan dizem que a criação deste novo “espaço”, mais afastado dos holofotes mediáticos, facilitará o lançamento de uma instituição de caridade.

“Esperamos ansiosamente por poder partilhar todos os detalhes deste passo emocionante no seu devido tempo, enquanto continuamos a colaborar com Sua Majestade, a Rainha, o Príncipe de Gales, o Duque de Cambridge e todas as partes relevantes”, remata ainda o casal na mesma publicação.

Em reacção a este anúncio, fonte oficial do Palácio de Buckingham, citada pela BBC, afirma que a família real compreende o desejo de afastamento, mas refere que esta questão é complexa e que a discussão sobre essa decisão ainda está no início. 

O anúncio da separação acontece depois de um período sabático de seis semanas no Canadá. Um eventual afastamento do casal começou a ganhar forma durante a época natalícia: na tradicional mensagem de Natal de Isabel II, o retrato de Harry, Meghan e Archie era o único — da família mais próxima — que não aparecia na secretária da rainha.