Reino Unido

O Elmo de Corbyn, o cão de Boris: é dia de eleições no Reino Unido

O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres Reuters/DYLAN MARTINEZ
Fotogaleria
O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres Reuters/DYLAN MARTINEZ

Veja também:

Os líderes dos principais partidos britânicos já votaram nas eleições desta quinta-feira, consideradas “as mais importantes numa geração”, enquanto eleitores anónimos partilham no Twitter imagens de filas para votar como dizem nunca ter visto antes.

O primeiro-ministro e candidato do Partido Conservador, Boris Johnson, foi o primeiro dos líderes a votar, tendo chegado à mesa de voto em Westminster, Londres, acompanhado do seu cão, cerca das 8h15.

O líder trabalhista, Jeremy Corbyn, votou na sua circunscrição de Islington, no norte de Londres, onde foi recebido por um pequeno grupo de apoiantes e também por uma mulher manifestante vestida como a personagem Elmo, da Rua Sésamo, que foi impedida pelos seguranças de se aproximar do candidato quando entrava na assembleia de voto.

Perante a agitação, Corbyn pediu então aos envolvidos no incidente: “Podemos parar com as discussões, por favor?”

A líder dos Liberais Democratas, Jo Swinson, votou na sua cidade de Glasgow, na Escócia, assim como a líder do Partido Nacionalista Escocês, Nicola Sturgeon.

A Escócia foi já hoje palco de um incidente, tendo a polícia provocado uma explosão controlada de um objecto suspeito junto a uma mesa de voto em North Lanarkshire e detido um homem de 48 anos no âmbito do mesmo caso.

A polícia garantiu que a explosão tinha sido provocada por precaução e afirmou que a investigação continua.

Cerca de 46 milhões de britânicos são chamados a votar até às 22h desta quinta-feira numas legislativas antecipadas convocadas pelo governo para tentar desbloquear o impasse criado no parlamento sobre o processo de saída do país da União Europeia. Lusa

O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres
O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres Reuters/Dylan Martinez
O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres,O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres
O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres,O primeiro-ministro e candidato Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres Reuters/HENRY NICHOLLS
Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres
Boris Johnson com o seu cão, Dilyn, à saída da secção de voto, em Londres EPA/VICKIE FLORES
Uma pose para a fotografia depois do voto, em Londres
Uma pose para a fotografia depois do voto, em Londres Reuters/DYLAN MARTINEZ
O líder trabalhista Jeremy Corbyn e a sua mulher, Laura Alvarez, e um activista vestido de Elmo, de <i>Rua Sésamo</i>, a caminho da secção de voto, em Londres
O líder trabalhista Jeremy Corbyn e a sua mulher, Laura Alvarez, e um activista vestido de Elmo, de Rua Sésamo, a caminho da secção de voto, em Londres EPA/NEIL HALL
O líder trabalhista Jeremy Corbyn e a sua mulher, Laura Alvarez, a caminho da secção de voto, em Londres
O líder trabalhista Jeremy Corbyn e a sua mulher, Laura Alvarez, a caminho da secção de voto, em Londres Reuters/LISI NIESNER
A líder dos Liberais Democratas Jo Swinson e o marido, Duncan Hames, à saída da secção de voto em Glasgow, na Escócia
A líder dos Liberais Democratas Jo Swinson e o marido, Duncan Hames, à saída da secção de voto em Glasgow, na Escócia Reuters/GONZALO FUENTES
Secção de voto em Arundel, no sul de Inglaterra
Secção de voto em Arundel, no sul de Inglaterra Reuters/PAUL CHILDS
Secção de voto em Londres
Secção de voto em Londres EPA/ANDY RAIN
Freiras do Convento de Tyburn Convent depois de votarem, em Londres
Freiras do Convento de Tyburn Convent depois de votarem, em Londres EPA/ANDY RAIN
Nicola Sturgeon, líder do Partido Nacional Escocês, depois de votar em Glasgow
Nicola Sturgeon, líder do Partido Nacional Escocês, depois de votar em Glasgow Reuters/JASON CAIRNDUFF