Entrevista

“Quem não tem dinheiro para estudar fora não faz uma escolha livre”

Orlanda Tavares, do Centro de Investigação em Políticas do Ensino Superior, é autora do estudo Candidaturas ao ensino superior português: quem fica de fora e quem entra?

Foto
Nuno Ferreira Santos

Em geral os estudantes não estão disponíveis para sair da sua região. E isso prende-se muito com as suas condições económicas, diz Orlanda Tavares, do Centro de Investigação em Políticas do Ensino Superior, autora do estudo Candidaturas ao ensino superior português: quem fica de fora e quem entra?, que é apresentado nesta sexta-feira, no Porto, durante uma conferência internacional promovida pela plataforma Edulog, o think tank sobre Educação da Fundação Belmiro de Azevedo.