Vítimas da Legionella de Vila Franca querem mais de 2,6 milhões do Estado

Instrução do caso arranca na quarta-feira. Câmara de Vila Franca de Xira também pode receber indemnização dos arguidos.

Surto de legionelose em Portugal em 2014
Foto
LM MIGUEL MANSO

A Associação de Apoio às Vítimas do Surto de Legionella de Vila Franca de Xira (AAVSLVFX) iniciou, na semana passada, uma acção popular contra o Estado no Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa (TACL). No documento de 28 páginas, a que o PÚBLICO teve acesso, aponta várias alegadas falhas e omissões de entidades públicas e reclama uma indemnização estatal de pelo menos 8050 euros para cada uma das 330 vítimas em que não foi identificada a estirpe da bactéria da Legionella contaminante.