Tudo vai mudar na pacata Tapada das Necessidades - haverá quiosques, restaurante e até empresas

Câmara de Lisboa concessionou edifícios do jardim, muito degradados, e “o objectivo é sair dali uma coisa especial”, diz o empresário vencedor. O projecto implica demolição do antigo jardim zoológico, que o PCP diz ser “particularmente chocante”. Ainda não há prazo para as obras.

Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Pato
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos

A câmara de Lisboa deu esta quinta-feira o derradeiro passo para que a Tapada das Necessidades mude significativamente de aparência nos próximos anos. Este jardim, lugar recatado da freguesia da Estrela, terá quiosques, esplanadas, um restaurante, espaços expositivos, um edifício de cowork e auditório para eventos. A empresa que concessiona os edifícios não exclui, ainda, a criação de hortas e circuitos desportivos.