Rei dos Leitões é o “melhor restaurante europeu” do ano

Uma distinção do Conselho Europeu de Confrarias Enogastronómicas, que também premiou o restaurante Mato à Vista de Paderne e a morcela de arroz de Leiria como melhor produto artesanal.

Fotogaleria
Licínia Ferreira, que com o marido, Paulo Rodrigues, tornou o Rei dos Leitões uma referência nacional ADRIANO MIRANDA
Fotogaleria
Rei dos Leitões ADRIANO MIRANDA
Fotogaleria
Rei dos Leitões, a estrela da casa ADRIANO MIRANDA
Fotogaleria
Rei dos Leitões ADRIANO MIRANDA
Fotogaleria
Rei dos Leitões, a garrafeira ADRIANO MIRANDA

“É para nós um orgulho incomensurável e uma alegria infinita conseguir este galardão para a Mealhada”, comentam os responsáveis pelo êxito do Rei dos Leitões, Licínia Ferreira e Paulo Rodrigues, em nota publicada no Facebook onde celebram a distinção do Conselho Europeu de Confrarias Enogastronómicas como “Best European Restaurant 2019”.

“A servir o melhor leitão desde 1947” é a divisa ​deste “restaurante histórico" que foi um dos premiados na cerimónia do XVII Congresso Europeu de Confrarias Vínicas e Gastronómicas, que se realizou Albufeira.

PÚBLICO -
Foto
"A servir o melhor leitão desde 1947" é a premissa da casa. DR

Este ano, o Rei dos Leitões já tinha conquistado um troféu de carreira, o Prémio David Lopes Ramos, pela forma como Licínia e Paulo “revolucionaram não apenas a antiga casa Rei dos Leitões, mas também toda a oferta gastronómica da Bairrada”. "Soube reinventar-se sem perder o sabor da tradição e é hoje uma referência e exemplo", escrevia José Augusto Moreira na Fugas em 2016.

A cerimónia de prémios do Conselho Europeu de Confrarias Enogastronómicas (CEUCO) decorreu na sexta-feira e, além da célebre casa da Mealhada, foram distribuídas mais 21 distinções, incluindo mais algumas para Portugal: o Mato à Vista, de Paderne, recebeu o Best European Restaurant 2019 para “restaurante nacional”, o Zoomarine é o melhor empreendimento turístico europeu e Paulo Salvador foi distinguido como o jornalista de gastronomia do ano, além de Rita Cabral, da Confraria Gastronómica de Macau, ter sido galardoada com um troféu Best European Chef 2019.

O CEUCO premiou ainda três produtos artesanais europeus: além da francesa terrine de volailles aux marrons de Redon e da belga tarte au crastofé, os confrades elegeram a afamada morcela de arroz de Leiria.

O conselho, uma organização europeia sem fins lucrativos criada em 2005, tem por finalidade a “promoção e a defesa dos produtos agro-alimentares e gastronomia de qualidade”, integra confrarias de Espanha, Portugal, França, Itália, Bélgica, Hungria, Grécia e conta ainda com a participação de Macau. 

Rei dos Leitões: Com critério e gosto se consolida o reinado