Nokia abre novo centro tecnológico e cria 100 postos de trabalho em Portugal

Com o novo Centro de Excelência de Tecnologias da Informação em Portugal, a Nokia pretende “acelerar a evolução e a adopção da tecnologia digital” na companhia.

Foto
Reuters/Dado Ruvic

A Nokia planeia abrir um novo Centro de Excelência de Tecnologias da Informação em Portugal e contratar 100 especialistas. A informação foi anunciada esta quarta-feira na Web Summit. O foco do centro é “acelerar a evolução e a adopção da tecnologia digital na Nokia”, apoiando a estratégia da empresa, explica em comunicado.

A Nokia está a transformar as suas operações globais, consolidando a área de tecnologias da informação (IT, em inglês) para “melhor responder às necessidades das dimensões dos novos negócios”, como por exemplo o 5G, “cloud" e “internet das coisas”. A empresa sediada na Finlândia tem como objectivo desenvolver diversos recursos internos nesta área para melhorar a produtividade e eficiência da empresa e aproveitar oportunidades futuras. 

O novo centro em Portugal terá um papel global que juntará peritos de várias áreas, como gestão de relações com o cliente, segurança na web, big data, automação, inteligência artificial, entre outros. No comunicado o grupo de tecnologia não adianta quando vai abrir, onde e qual é o investimento afecto ao novo centro. 

A Nokia está, portanto, à procura de certos perfis na contratação, como por exemplo criadores de software e de produtos IT e gestores de projecto. Nos próximos meses, a empresa pretende integrar profissionais com três a dez anos de experiência. “Estamos à procura de alta competência técnica e vontade de fazer a diferença. Em troca, oferecemos um ambiente internacional único, óptimas condições de trabalho, formação contínua e a oportunidade de moldar o futuro das IT”, disse Ursula Soritsch-Renier, chefe do gabinete de informação da Nokia, citada no comunicado hoje enviado às redacções.

“A Nokia valoriza muito as suas operações em Portugal e o talento dos engenheiros portugueses. É por isso que agora investimos no país para criar um Centro de Excelência que apoiará a transformação global da Nokia”, acrescentou. 

A qualificação dos profissionais de tecnologias da informação portugueses, assim como a localização do país numa zona temporal que permite atender necessidades globais em simultâneo, determinou a decisão de instalar o centro em Portugal.

A Nokia já está presente em Portugal com uma unidade de inovação em Aveiro e um centro de serviços global em Lisboa.