Clubes preocupados com viabilidade da nova prova da UEFA

Ligas Europeias manifestam reservas sobre a capacidade de a Europa Conference League gerar receitas.

Foto
LUSA/JOSÉ SENA GOULÃO

Vários clubes europeus têm expressado preocupação sobre a viabilidade da nova competição da UEFA que deverá arrancar em 2021-22. O torneio, que se chamará Europa Conference League, já foi anunciado em Setembro e vai reunir 32 emblemas.

Estas reservas foram transmitidas nesta sexta-feira pelo porta-voz das Ligas Europeias, depois de uma reunião que teve lugar em Londres que agregou representantes de 201 clubes com o intuito de discutir o futuro das competições da UEFA.

“Os clubes alegam que há o risco de, se os jogos não forem suficientemente importantes, não se conseguir encher os estádios ou gerar receitas”, apontou Lars-Christer Olsson. “Se introduzirmos uma nova competição em que os clubes percam dinheiro, será contraproducente”.

O organismo já se tinha mostrado favorável à criação de um terceiro torneio, até porque está prevista a redução do número de equipas participantes na Liga Europa. Os receios expressos em Londres, porém, obrigam a uma avaliação mais cuidada, defende Olsson. “Só agora é que os clubes assumiram estarem preocupados, por isso temos de verificar se há razões para essa preocupação ou não”.