Vai haver uma secretaria de Estado só para as Migrações

Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade vai ser dividida em duas, com as Migrações a terem uma pasta própria pela primeira vez, soube o PÚBLICO junto de fonte oficial. A outra secretaria de Estado irá tratar das questões de género e de igualdade. Ainda não se sabe quem ficará à frente.

Foto
Miguel Manso

A Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade (SECI) vai ser dividida em duas, com as Migrações a autonomizarem-se e a terem uma pasta própria pela primeira vez, soube o PÚBLICO junto de fonte oficial. Esta será uma secretaria nova no Governo, ficando separada da secretaria de Estado que irá tratar das questões de género e de igualdade. Actualmente, a SECI, que tem à frente Rosa Monteiro, tem sob sua alçada o Alto Comissariado para as Migrações (ACM), a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CCIG) e a Estrutura de Missão para a Igualdade de Género (EMIG). O novo executivo entendeu que era necessário separar as duas áreas de modo a desenvolver um “trabalho mais efectivo”. Tal como no anterior Governo, mantêm-se sob alçada da ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, que passou a ministra de Estado.