Casal identificado pela GNR por ter animais mortos e enjaulados dentro de casa

Na habitação do casal os militares encontraram aves exóticas, coelhos e porcos da índia enjaulados e ainda dois cães mortos.

Foto
Uma das divisões da habitação do casal GNR

O Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Santarém identificou um casal, ambos com 27 anos, residentes no concelho de Alcanena, por maus tratos a animais de companhia. Os acontecimentos, com data de 27 de Setembro, foram remetidos ao Tribunal Judicial de Torres Novas, no distrito em Santarém.

“Na sequência de uma denúncia por maus tratos a animais, os militares constataram a existência de dois cães mortos dentro de uma propriedade, juntamente com diversos animais enjaulados, nomeadamente aves exóticas, coelhos, e porcos da índia. Assim, foi efectuada uma busca ao local, onde foi possível, não só, recolher 17 cães e 43 aves, cuja posse é proibida, como efectuar diligências no sentido de apurar as condições em que os animais morreram”, descreve a GNR em comunicado.

A GNR garante que os animais foram entregues em centros de recolha animal e que lhes foram proporcionados “os necessários cuidados veterinários e sanitários”.