Opinião

ITQB NOVA: 25 anos a construir o futuro

No ITQB NOVA, os mundos da investigação e da formação encontram-se, numa mistura distinta de características, posicionando-se no futuro.

Encerramos hoje as comemorações dos 25 anos da integração do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier na Universidade Nova de Lisboa. São 25 anos a contribuir com investigação de excelência com impacto nas áreas da Saúde e da Sustentabilidade, e na formação das novas gerações.

O ITQB NOVA é um local único no seu equilíbrio entre ciência e educação, onde os alunos trabalham em estreita colaboração com investigadores que todos os dias abrem novos caminhos. Num ambiente informal, a investigação prospera. Desde a sua criação, os seus investigadores publicaram mais de 4000 artigos, que geraram quase 150 mil citações (Web of Science). A sua localização, em Oeiras, permite-lhe beneficiar de um ecossistema científico e de inovação excecional, composto por instituições científicas, indústrias de alta tecnologia e a população mais instruída do país.

O instituto teve origem no sonho de António Xavier de uma instituição aberta, onde os investigadores pudessem fazer ciência de excelência. A investigação em Biociências Moleculares é hoje desenvolvida em três unidades de investigação – duas das quais coordenadas pelo ITQB NOVA, e todas avaliadas como Excelente pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. 80% do financiamento é competitivo, através das unidades de investigação, de projetos nacionais e europeus, incluindo bolsas do European Research Council, e de parcerias com empresas.

A ciência desenvolvida permitiu, entre muitos outros exemplos, compreender a resistência aos antibióticos, descobrir processos para degradar micropoluentes ou sequenciar o genoma do sobreiro. Muitos dos resultados baseados em investigação fundamental, pedra basilar do conhecimento, poderão dar frutos no futuro, trazendo a solução para problemas que mal conseguimos vislumbrar ou para questões que serão a chave da nossa própria sobrevivência.

Com a integração na Universidade Nova de Lisboa, há 25 anos, o ITQB NOVA tornou-se também numa instituição académica. Desde então, foram atribuídos cerca de 600 graus de doutoramento, mais recentemente graus de mestrado e cursos de pós-graduação. Os estudantes dos mais de 15 cursos estão integrados em laboratórios onde se realiza investigação de ponta. A instituição influencia milhares de carreiras não só na investigação, mas também na transferência de tecnologia, na comunicação de ciência e, mais recentemente, na gestão e política em ciência e tecnologia. Para oferecer a melhor formação, são estabelecidas parcerias com parceiros estratégicos, sendo a maioria dos cursos desenvolvidos com outras unidades orgânicas da Nova ou com outras instituições.

No ITQB NOVA, os mundos da investigação e da formação encontram-se, numa mistura distinta de características, posicionando-se no futuro. Esta é uma escola de pessoas e de líderes científicos. E, juntamente com outras instituições, quer também ser numa escola de empreendedores. Sem perder o foco na investigação fundamental, que é a base da descoberta que leva à criação de valor.

O autor escreve segundo o novo Acordo Ortográfico