Kokoko

Reutilizar, reciclar e renovar: a filosofia dos KOKOKO!

As expectativas para este concerto do primeiro dia do festival Paredes de Coura devem ser colocadas bem altas: alimentando-se de uma energia primitiva e física, os KOKOKO!, banda da República Democrática do Congo, não toleram apatia e corpos parados. Falam ao Ípsilon sobre o seu novo álbum, Fongola.

“Criativa, directa, diferente, energética, única, misteriosa, inovadora, eléctrica, uma mistura de muitas coisas diferentes.” É desta forma que Xavier Thomas, produtor de origem francesa e que responde pelo seu nome artístico Débruit, descreve a sua banda, os KOKOKO!, formados em 2016 em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo, por Débruit, Makara Bianko, Dido Oweke, Boms Bomolo e Love Lokombe. A banda vai estar presente esta quarta-feira no festival Vodafone Paredes de Coura e, apesar de não ser um dos grandes destaques do cartaz, promete ser uma das grandes surpresas do festival que ocorre nas margens do rio Coura.