Entrevista

“Vale a pena estudar a oferta de maternidades em Lisboa”, diz secretário de Estado da Saúde

Em entrevista ao PÚBLICO, o secretário de Estado da Saúde Francisco Ramos diz que os portugueses podem ter confiança no Serviço Nacional de Saúde. Mas reconhece que há problemas de organização da oferta de cuidados e que a rede hospitalar tem que ser rapidamente repensada.

Foto
Rui Gaudêncio

O Ministério da Saúde tem dito que tem investido no SNS, que o SNS tem mais profissionais. Mas as queixas de vários profissionais e de utentes parecem indicar que isto é insuficiente. Há duas realidades paralelas?
O Governo não diz que está tudo bem mas recusa a teoria do caos, de que tudo está mal e de que a saúde se está a desmoronar. Isto é perigoso. Os portugueses podem ter confiança no SNS. Temos, por exemplo, uma assistência materno-infantil de excelência. Há coisas a fazer? Com certeza. A natalidade está a acontecer cada vez mais tarde e, portanto,  há mais situações de risco…