O fogo de Notre-Dame fez subir os níveis de chumbo e de inquietação em Paris

Câmara de Paris garante ter feito tudo para limitar contaminação, mas organizações e sindicatos exigem isolamento do local do incêndio de Abril. Trabalhos de recuperação da catedral foram suspensos, duas escolas permanecem encerradas e 175 crianças foram examinadas. E há processos judiciais a correr.

Incêndio na catedral de Notre-Dame (Paris), no dia 15 de Abril
Foto
Incêndio na catedral de Notre-Dame (Paris), no dia 15 de Abril Reuters/BENOIT TESSIER

Emmanuel Gregoire, vice-presidente da câmara de Paris, garante que “a cidade não vai correr quaisquer riscos” e que estão a ser cumpridos todos os protocolos e medidas sanitárias para evitar um cenário de contaminação excessiva das imediações da catedral de Notre-Dame, onde foram registados níveis elevados de chumbo após o violento incêndio de Abril. Mas o autarca não acedeu aos pedidos de associações de familiares, organizações ambientais e sindicatos, para que as autoridades procedessem ao isolamento total do local.