Crónica

Marilyn, Jackie e o John delas

Vanessa Paradis canta para Barbara Loden, as duas invocam Marilyn e ela aparece em Paris.

Foto
Robert W. Kelley/The LIFE Picture Collection via Getty Images/Getty Images

Vanessa Paradis, a partir do Spotify, canta para o número de Julho-Agosto dos Cahiers du Cinéma. Como um desígnio. Vanessa fala numa mulher que pensa no seu homem, que pinta os lábios enquanto espera por ele, “ni triste, ni gaie/Entre eux...”. Na capa dos Cahiers está também uma mulher “entre”, flutua ao sabor dos homens: Wanda.