Torne-se perito

A dez dias do início de Agosto, ainda há maternidades em Lisboa com muitos “buracos” nas escalas

O presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo garante que as lacunas nas escalas são agora “pontuais”, mas responsáveis das maternidades contrapõem que ainda há muitos dias com escalas incompletas.

Foto
Nelson Garrido

A Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo anunciou nesta sexta-feira que já são apenas “pontuais” as “lacunas” identificadas nas escalas de Agosto das urgências de ginecologia e obstetrícia (maternidades) dos hospitais de Santa Maria, Amadora-Sintra, S. Francisco Xavier e Garcia de Orta (Almada), além da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), em Lisboa.