Reportagem

A vida das sete freiras e guardiãs de Sant’Ana

Por vontade da fundadora, no Hospital Ortopédico de Sant’Ana, na Parede, reside uma comunidade de freiras dominicanas, que ao longo de 115 anos tem zelado pela instituição. Hoje há apenas sete irmãs e a sua presença é discreta, mas não irrelevante.

Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho
Fotogaleria
Andreia Gomes Carvalho

Quando a conversa já vai longa e a visita tocou em praticamente todos os pontos, a irmã Celina senta-se numa cadeira e põe-se a olhar o Cristo crucificado lá em baixo. Faz-se então um súbito silêncio, muito profundo, ocasião rara nas mais de duas horas que leva a mostrar os recantos daquela casa.