Arnd Wiegmann/Reuters
Foto
Arnd Wiegmann/Reuters

Desafio: começar Julho livre de plástico (e continuar o resto do ano)

A 3 de Julho assinala-se o Dia Internacional Sem Sacos de Plástico, mas é preciso olhar para o que pomos dentro do lixo. A campanha Plastic Free July propõe passar o mês sem usar plástico descartável — aproveita e partilha com o P3 as melhores alternativas, através da etiqueta #P3_antiplastico.

Os supermercados vão deixar de dar sacos plásticos ultraleves para a fruta e vegetais — embora continue a ser difícil encontrar nas prateleiras produtos que não venham já em embalagens de uso único. O desafio da campanha mundial Plastic Free July é mesmo esse: durante o mês de Julho, não trazer para casa qualquer tipo de plástico descartável.

O projecto de consciencialização começou em 2011, na Austrália. A 3 de Julho, esta quarta-feira, celebra-se o Dia Internacional Sem Sacos de Plástico mas isso já não chega: dizem os especialistas que é preciso descartar um estilo de vida descartável, consumir menos e de forma mais consciente. Durante todo o ano, é certo, mas o que a fundação Plastic Free (livre de plástico, em português) propõe é um mês de avaliação e redução a nível global.

Eles encarregam-se de enviar newsletters mensais com algumas dicas e divulgar histórias e ideias de outros participantes e comunidades. E, até agora, 120 milhões de pessoas em 177 países já se inscreveram “num desafio pessoal como parte de um esforço global" em que a grande vantagem é "descobrir alternativas que se transformem em novos hábitos para sempre"

É o que queremos ver, agora, à boleia da etiqueta #P3_antiplastico no Instagram e do email [email protected]. Depois de termos pedido para nos mostrares os piores exemplos de utilização de plástico e formas de tornar o Natal mais sustentável, relançamos a hashtag com uma nova iniciativa. Durante o mês de Julho, aproveita e mostra-nos, através de fotografias e pequenos depoimentos, as tuas soluções para substituir os plásticos: em casa, no trabalho, nas ruas. Seja a receita de detergente feito em casa ou o saco que fizeste em macramé. Partilharemos depois algumas alternativas.

E, já agora, convém não esquecer do aviso da associação Zero para este Dia Internacional Sem Sacos de Plástico: “Mudar apenas de material, mas manter a mesma lógica de usar e deitar fora é insuficiente para responder à situação de emergência ambiental em que nos encontramos”.