Ana Catarina Nogueira vence Sofia Araújo no WPT

Num duelo entre portuguesas na etapa sueca do World Padel Tour, a melhor jogador nacional derrotou a 29.ª do ranking internacional

Ana Catarina Nogueira e Paula Josemaría apuraram-se para os "oitavos" na Suécia
Foto
Ana Catarina Nogueira e Paula Josemaría apuraram-se para os "oitavos" na Suécia DR

Ana Catarina Nogueira, fazendo dupla com Paula Josemaría, qualificou-se nesta quarta-feira para os oitavos-de-final do Euro Finans Swedish Padel Open, etapa do World Padel Tour (WPT) que está a decorrer em Bastad, na Suécia. Para garantir a vitória nos 16-avos-de-final da competição, a dupla luso-espanhola afastou da competição Sofia Araújo, a segunda melhor jogadora portuguesa, que faz parelha com Maria Virginia Riera, com os parciais de 6-7, 6-4 e 6-2.

Depois de conseguir há uma semana atingir os quartos-de-final do Master de Valladolid, Ana Catarina Nogueira começou da melhor maneira a participação no Open de Bastad. Na pequena cidade do Sul da Suécia, a 18.ª do ranking do WPT e Paula Josemaría (23.ª) sentiram dificuldades contra Sofia Araújo (29.ª) e a argentina Maria Virginia Riera (27.ª), mas acabaram por triunfar.

O primeiro set foi apenas decidido no tie-break, que acabou por ser favorável a Sofia Araújo e Maria Virginia Riera, mas Ana Catarina Nogueira e Paula Josemaría confirmaram o favoritismo vencendo os sets seguintes, por 6-4 e 6-2.

Com esta vitória, a dupla lusa-espanhola avança para os oitavos-de-final onde vai defrontar nesta quinta-feira Nelida Brito e Aranzazu Osoro Ulrich. As argentinas, que repartem o 21.º lugar do ranking da WPT, surpreenderam ao afastar as espanholas Alba Galán (17.ª) e Victoria Iglesias (16.ª), por 7-6 e 6-2.

Fora do quadro principal do Open de Bastad ficou Diana da Silva. A jogador portuguesa, 121.ª do ranking, fazendo dupla com a andaluza Maria del Mar (117.ª), foi derrotada pelas francesas Martin Melissa e Godallier Léa: 5-7 e 0-6

Igualmente afastados dos 32 melhores ficaram todos os padelistas masculinos nacionais. Miguel Oliveira, o melhor português no ranking, foi afastado por uma dupla com pior classificação. Jogando ao lado do espanhol Guillermo Lahoz (54.º), o 67.º da WPT foi batido por Mario Del Castillo (89.º) e Antón Sans Riola (85.º), pelos parciais de 6-4, 4-6 e 1-6. Já Diogo Rocha (77.º) e o madrileno Antonio Luque (66.º) caíram no qualifying pelo resultado de 6-4, 4-6 e 4-6 contra Jerónimo González​ Luque (50.º) e Matías Marina Artuso (81.º).

A mesma sorte teve Vasco Pascoal (111.º) e o murciano Pedro Vera Castillo (103.º), afastados por uma dupla menos cotada - Luis Pozo Carballo, 140.º; Francisco Jurado Sosa, 160.º: 7-6, 4-6 e 4-6. Finalmente, Ricardo Martins (184.º) e o espanhol Adrián Corona Roldán (167.º) perderam contra Jesús Espejo (95.º) e Mario Cerezo Casado (178.ª), pelos parciais de 4-6 e 3-6.