Reportagem

Medalhados nas olimpíadas: eles não precisam de se “esforçar muito” para ter boas notas a Matemática

Fazem parte de um “grupo de elite”, com treino especial. E é assim que enfrentam as provas nacionais que tantos temem: “Olha-se para o problema no exame e é evidente qual é a solução para ele. Nas Olimpíadas é preciso ir escavando.”

Foto
David Nassauer Andreia Carvalho

Um erro cometido há um ano ainda não saiu da cabeça de Pedro Fernandes. “Enganei-me a fazer uma derivada mesmo fácil”, recorda. Aluno de 20 a Matemática, conta como teve “apenas” 19,3 valores no exame nacional. Faz parte de um grupo de estudantes para quem a disciplina, que assusta tantos colegas, não é um problema. Durante todo o seu percurso escolar, juntou sempre notas máximas com a presença entre os melhores nas Olimpíadas da Matemática.