Rota Vicentina abre caminho de Sagres a Lagos e multiplica-se em quilómetros e novidades

O novo trilho no Algarve junta-se a novos percursos circulares: a rota acrescenta mais 300km de caminhadas, sempre sob o mote do turismo sustentável. E há 1000km para pedalar.

Foto

Sete anos depois do seu lançamento, a Rota Vicentina, rede de percursos pedestres no Algarve e Alentejo pelo Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina –  que vai de São Torpes (Sines) a Burgau (Vila do Bispo), corta a meta em Lagos e mais que duplica o traçado com que começou: passa a somar 740 quilómetros. O revigorado trilho que tem o cabo de São Vicente como ponto essencial é a estrela das novidades, que deverão estar disponíveis no site da rota até final de Maio, mas há muitas mais, entre percursos circulares e de bicicleta ou actividades de cultura local, natureza e bem-estar.