Opinião

Ai, Oxford, Oxford

Quantas mais páginas requereria fornecer as variantes do português europeu? Até lá altere-se o título para Oxford Brazilian Portuguese Dictionary para não enganar os fregueses.

Chegam as 1600 páginas do Oxford Portuguese Dictionary (OPD) da Oxford University Press (OUP). Segue o maldito acordo ortográfico. A edição é de 2015, mas diz-nos que, depois de uma transição de seis anos, de 2008 a 2014, durante a qual as grafias antigas eram “aceitas”, Portugal aderiu à “nova reforma”.