Niki Moss, um piloto para corridas de primeira classe

Quando numa mesma semana são adicionados anonimamente à plataforma dos videoclipes portugueses dois vídeos já com os mesmos três meses de lançamento público, é inevitável que nós em VIDEOCLIPE.PT imaginemos jogada estudada pelo mesmo proponente. Ainda mais quando se tratam de dois projetos musicais com alguma proximidade: Xinobi, o alter ego de um dos fundadores da casa editorial Discotexas, e Niki Moss, a recente personagem musical de Miguel Vilhena, que tem colaborado com o outro fundador, o Moullinex. Ou seja, há por aqui afinidades que se caraterizam pelo desenvolvimento de uma sonoridade pop eletrónica sofisticada, construída organicamente com instrumentação devedora do passado do rock, soul, funk ou disco. Há que dizê-lo, musicalmente são pilotos de corridas com potencial internacional. Logo, a dimensão audiovisual joga aí um importante papel, se antes existirem as necessárias táticas e estratégias nas apostas de mercado (no futebol já damos cartas nos treinos, nas direções técnicas dos clubes e no agenciamento, na música ainda gatinhamos, mas quem sabe?).

Entre os dois, acabamos por destacar este GP Motorcycle Racing do Niki Moss, pelos valores que ainda recentemente aqui e aqui expusemos. O de Xinobi (com Gisela João) também é performativo (de interpretação musical), mas exclusivamente centrado na classe e beleza da protagonista (valores universais, claro, mas um nome pop apenas nacional), enquanto que o destacado desta semana acrescenta à performance musical quadros visuais que expandem e constroem o universo da personagem. Valorizam-no. É certo que lhe falta um qualquer golpe de asa (ou de moto!) visual para impactar e surpreender, e assim cortar mais metas pelas pistas digitais, mas há aqui uma direção de arte que o coloca num razoável padrão internacional. Convém, portanto, referir que a direção da “mecânica” audiovisual de serviço dá pelo nome de Diogo Vale porque os pilotos cada vez mais precisam destas afinações para chamarem a atenção para o seu bólide musical, que dá pelo nome de Gooey, da equipa Street Mission Records/pontiaq.

Texto escrito segundo o novo Acordo Ortográfico, a pedido do autor.

Sugerir correcção