Tempo modesto de Miguel Oliveira numa qualificação histórica

A “pole position” caiu para Fabio Quartararo (Yamaha), o mais jovem de sempre – 20 anos – a vencer uma sessão de qualificação. A corrida de Jerez está marcada para este domingo, pelas 13h.

Oliveira vai partir do penúltimo lugar.
Foto
Oliveira vai partir do penúltimo lugar. LUSA/KAI FOERSTERLING

O português Miguel Oliveira (KTM) vai partir do 22.º lugar para o Grande Prémio de Jerez em Moto GP, depois de ter somado o segundo pior tempo na qualificação deste sábado.

O piloto de Almada fez um tempo modesto, ainda que tenha conseguido superar o colega de equipa, Hafizh Syarhin, que fez o pior registo da sessão.

“Foi uma qualificação difícil. Não conseguimos igualar o tempo que tínhamos feito na terceira sessão de treinos. É um pouco desapontante, porque, depois dessa sessão, pensava que poderia ser ainda mais rápido. Tentámos melhorar algumas coisas com a mota, mas parece que não está a funcionar. É uma pista difícil e, honestamente, não esperava tantas dificuldades”, declarou Miguel Oliveira, citado pela Lusa, explicando que “as outras KTM também estão a sofrer. Sendo um estreante, sofro ainda mais”.

Para a corrida, Oliveira espera “um bom arranque”, pois “ganhar algumas posições logo nas primeiras voltas será crucial para poder apanhar um grupo decente” que lhe permita fazer a corrida “a bom ritmo”.

Para tentar melhorar alguns aspectos da KTM, o português vai permanecer um dia extra em Jerez de la Frontera, para testar novas peças na segunda-feira. “Sei que vou testar, mas ainda não sabemos o quê”, explicou o português que, neste sábado, renovou o seu contrato com a KTM até 2020, após uma qualificação histórica.

PÚBLICO -
Aumentar

É que a “pole position” caiu para Fabio Quartararo (Yamaha), que se tornou o mais jovem de sempre – 20 anos – a vencer uma sessão de qualificação. O tempo do piloto francês (1m36,880s) foi, ainda, o novo recorde o circuito, algo já esperado: a mudança no asfalto da pista de Jerez levou a que os tempos baixassem, com os 16 melhores pilotos a rodarem abaixo do anterior recorde do circuito, que pertencia a Cal Crutchlow.

Na segunda posição partirá Franco Morbidelli (Yamaha), à frente de Marc Márquez (Honda), numa grelha de tempos que evidencia o mau fim-de-semana de Valentino Rossi, que vai sair do 13.º lugar.

Nota, ainda, para a ausência de Andrea Iannone (Asprilia), que não participou na qualificação depois de ter sofrido uma queda na quarta sessão de treinos livres. A presença na corrida está dúvida.