A colecção Livro B volta para nos assombrar

Uma das mais icónicas colecções lançadas nos anos que antecederam o 25 de Abril, a Livro B da Estampa, com os seus estreitos volumes de capa preta e folhas azuis que privilegiavam a literatura fantástica e outras estranhezas, acaba de renascer pela mão da E-Primatur.

Foto
ADRIANO MIRANDA

O lançamento de Recordações Fantásticas e Três Histórias Singulares, do escritor suíço Maurice Sandoz, assinala o regresso, agora com a chancela da E-Primatur, da Livro B, uma colecção de culto que a extinta editora Estampa lançou em 1970 e que, ao longo de 55 números, publicou literatura gótica e fantástica, histórias de horror e de humor, autores românticos, simbolistas, decadentistas, surrealistas, sempre com uma predilecção pela pequena pérola exótica em detrimento do mais reconhecido ou representativo.