Treinador do Eintracht diz que Félix “consegue fazer quase tudo sozinho”

Nesta quarta-feira, o técnico alemão atribuiu 55% de favoritismo ao Benfica, que venceu a primeira mão, por 4-2, na Luz.

João Félix
Foto
Pedro Nunes/Reuters

“O João Félix tem altíssima qualidade. Consegue fazer quase tudo sozinho, é muito perigoso e pode mudar um jogo inteiro sozinho”. As palavras são de Adi Hütter, treinador do Eintracht Frankfurt, na antevisão do jogo frente ao Benfica (quinta-feira, às 20h), dos quartos-de-final da Liga Europa.

Nesta quarta-feira, o técnico alemão atribuiu 55% de favoritismo ao Benfica – que venceu a primeira mão, por 4-2, na Luz –, mas deixou um alerta: “O Benfica é favorito, mas nós jogamos em casa. Aqui, conseguimos marcar quatro golos à Lazio e ao Marselha [ambos na fase de grupos]. Não quer dizer que consigamos o mesmo amanhã [quinta-feira], mas temos a capacidade de marcar golos em casa”.

Sobre a abordagem a esta partida, Hütter “pediu” um Eintracht capaz de “fazer um jogo perfeito” e elogiou: “Vamos jogar com uma das melhores equipas da Europa. Temos de ser cautelosos quando perdermos a bola, porque eles têm muita velocidade. Não lhes podemos conceder hipóteses para marcarem"”.