SIC afasta-se da TVI com Quem Quer Namorar com o Agricultor? e reforça vantagem

A estação de Paço de Arcos voltou a ficar à frente na liderança das audiências. TVI cai e aumenta distância face à SIC.

Foto
Os bastidores do programa Quem Quer Casar Com o Agricultor DR/Arquivo SIC

Depois de ter assumido a liderança das audiências televisivas pela primeira vez em mais de uma década, a SIC continua a crescer. Em Março, a estação tornou-se a mais vista do primeiro trimestre de 2019. O reality-show Quem Quer Namorar com o Agricultor? ajudou a consolidar a liderança, entregando ao canal de Paço de Arcos a preferência no horário das 19h e nas noites de domingo. Na TVI, Gente Que Não Sabe Estar reúne a maioria dos espectadores: 1,3 milhões, com um share de 25,8%.

O sucesso da aposta da SIC contrasta com o programa da TVI Quem Quer Casar com o Meu Filho?, que estreou na mesma data. Os dois programas foram criticados pelo seu formato e pelo tratamento e reforço de estereótipos de género de cariz sexista e motivaram queixas à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC). Mas enquanto o programa da SIC teve uma audiência média de mais de 1,3 milhões de telespectadores, o programa da TVI foi, nas palavras do director-geral da TVI, Bruno Santos, de “fracas audiências”. Por isso, a estação de Queluz decidiu antecipar o seu final.

De acordo com dados da GfK/CAEM, a SIC foi o único canal a subir face ao mês de Fevereiro, conquistando um share de 19,1% - no mês passado tinha conseguido uma audiência mensal de 18,6%. Já a TVI caiu para os 18% de share – em Fevereiro tinha registado 18,5%.

A SIC chegou à liderança com o “empurrão” do investimento na contratação-chave da apresentadora Cristina Ferreira. O Programa da Cristina puxou a estação para os melhores resultados da manhã desde 2002 e a liderar nos dias úteis. A reviravolta para o canal aconteceu em Fevereiro, quando as audiências da SIC conseguiram ultrapassar as audiências da TVI.

Além do reality-show, também o Jornal da Noite ultrapassou o Jornal das 8 da TVI nos dias úteis. O jornal da SIC terminou com 19,8% de share, o “que já não acontecia desde Novembro de 2016”. O mesmo aconteceu com o Primeiro Jornal, que continua a crescer nos dias úteis. A informação da SIC passou a liderar no último mês, incluindo na SIC Notícias, “o canal de informação mais visto pelos portugueses”. 

“A informação da SIC (Primeiro Jornal + Jornal da Noite) manteve assim a liderança em Março tanto no universo como em ambos os targets comerciais (A/B C D 15/54 e A/B C D 25/54)”, informa a empresa responsável pela comunicação da SIC.

No entanto, aos domingos, a TVI manteve-se líder na informação a investigação de “Ana Leal” atingiu uma audiência média de 1,61 milhões de pessoas, o que corresponde a 21,8% de share. Já “Alexandra Borges” obteve 1,15 milhões de espectadores e 24,0% de share e “O Deus e o Diabo” apresentado por José Eduardo Moniz, conquistou 899 mil espectadores.

Sem surpresas, O Programa da Cristina continua a crescer, terminando o mês a liderar com 31,4% de share, com 443.800 espectadores.

Os canais temáticos da SIC também lideraram no último mês, com 22,6% de share, mantendo-se à frente da TVI e da RTP, respectivamente com 20,2% e 16,2% de share.

Já na ficção, a liderança foi para a TVI. Valor da Vida foi a novela mais vista, registando uma audiência média de 1,48 milhões de espectadores.

Notícia actualizada: Acrescenta informação da TVI.